CHAPAS EM FIBRA DE VIDRO


COMPOSIÇÃO

As matérias primas básicas para o fabrico das chapas são: a resina polyester e a fibra de vidro. Ao combinar estas matérias primas, aliam-se as suas propriedades quimicas, electricas e opticas por forma a conseguir um material com o peso diminuto dos plásticos e a resistência mecânica dos metais.

 

RESINA POLYESTER

É um produto geralmente líquido e viscoso que tem a capacidade de solidificar-se por efeito da temperatura com a adição de substâncias designadas de catalizadores. Este processo, chamado polimerização tem lugar uma vez impregnada a manta de fibra de vidro, com a qual se une a resina quimica e mecânicamente. A resina adopta molecularmente uma estrutura tridimensional, conferindo às chapas uma grande estabilidade térmica a altas e baixas temperaturas sem variação das suas propriedades mecânicas.

 

FIBRA DE VIDRO

A fibra de vidro constitui o melhor receptor para as resinas de polyester, pelas suas propriedades de baixa densidade, alta resistência mecânica, resistência eléctrica elevada, inércia quimica, incombustibilidade e transparência. A resistência à tracção da fibra de vidro utilizada é de 7.000 a 9.000 kg/cm2, diâmetros de 7-9 microns. A proporção de resina é superior a 25 % da fibra de vidro.

 

RESISTÊNCIA AO ENVELHECIMENTO

As nossas chapas estão protegidas por gel-coat nas duas faces, cuja missão é evitar o desgaste da resina motivado pela erosão, retardando a “afloração” da fibra de vidro.

 

 

CARACTERISTICAS

CORES TRANSMISSÃO LUMINOSA
Neutro (translúcido) 75 – 80%
Verde (translúcido) 55 – 60%
Azul (translúcido) 50 – 55%
30 – 35%

 

PESO APROX.FIBRA ESPESSURA PLACA PESO PLACA
450 g/m2 0.9 – 1.1 m/m 1.20 kg/m2

 

 

PROPRIEDADES FÍSICAS

Densidade 1,5g/cm3
Resistência à tracção 600 kg/cm2
Resistência à flexão 1500kg/cm2
Módulo em flexão 60000kg/cm2
Absorção de água 0.20 mg
Resistência ao impacto 290×10 j/m2
Coef. Condut. térmica 0.15 kcal/m2 h ºC
Coef. Dilataç. termica 3.5×10 ºC
Resistência ao calor 140 ºC
Resistência ao frio -50 ªC